06 setembro 2018

Conhecendo Portugal - Parques em Lisboa (Parque Eduardo VII, Gulbenkian e Jardim do Torel)


Lisboa é cheia de praças e parques públicos. Sempre cheia de pessoas caminhando, tomando sol na grama, fazendo piquenique, é muito gostoso! Já mostrei um pouco do Monsanto, um parque florestal enorme aqui de Lisboa e hoje vou mostrar um pouco de 3 outros Parques bem conhecidos na região central: Parque Eduardo VII, Jardim do Torel e Gulbenkian.





Parque Eduardo VII
O nome é em homenagem à Eduardo VII do Reino Unido que visitou Lisboa em 1902 para reafirmar aliança entre os países.

Tem uma vista linda do miradouro que fica no topo norte do Parque e 2 conjuntos de obeliscos com uma fonte. 

Atravessando a rua está o Jardim Amália Rodrigues em homenagem a diva portuguesa do fado e por ali você chega ao El Corte Inglês, uma cadeia espanhola de lojas de departamento num estilo super diferente, cada andar é uma categoria e as lojas são todas juntas, sem separações, vale à pena a visita!

 O Parque fica localizado em frente à Marquês de Pombal e próximo à Av. da Liberdade, onde se encontram várias lojas de luxo e hotéis chiquérrimos!

A estação de metro para bem aqui, então fica fácil o acesso. Também fica bem próximo à Baixa, para quem estiver disposto a caminhar dá pra conhecer toda a região.

Você também pode faze o passeio de autocarro (ônibus) turístico já que é daqui que eles saem! 
Nesse Parque também acontecem vários eventos, como o Wonderland Lisboa no final do ano, entre outros.
O passeio é dividido pela faixa central coberto de relva. Em um dos lados encontra-se o Pavilhão Carlos Lopes (em homenagem ao vencedor da maratona olímpica de 1984) e no outro a Estufa fria.
Ainda não visitei nenhum dos dois, mas assim que for, mostro pra vocês por aqui!
O bilhete de entrada da estufa fria é de 3,10 euros. Podem conferir mais no SITE .

Perto da Estufa tem um lago cheio de carpas e patos, bem gostoso para relaxar.

Também tem uma área recreativa para as crianças e Restaurantes/cafés para você fazer um lanchinho.

Gulbenkian
Seguindo pelo lado do El Corte Inglês, bem na parte de trás do Parque Eduardo VII há outro Parque/Museu o Gulbenkian.
Calouste Sarkis Gulbenkian era armênio e viveu em Lisboa nos últimos anos de sua vida. Foi um homem de negócios, colecionador de arte e filantropo e deixou em seu testamento a sede de uma fundação internacional com o seu nome, em benefício a toda a humanidade.

A Fundação proporciona várias atividades culturais, educativas e científicas ao longo do ano. Possui orquestra, coro, sala de espetáculos e congressos, biblioteca de arte e museu (Coleção do Fundador e Coleção Moderna), além do Instituto Gulbenkian de Ciência.

As visitas às exposições são pagas e variam. Tem a exposição permanente e outras temporárias. Se deseja visitar, confira no site mais detalhes. 


Além das exposições você pode curtir o jardim que é aberto ao público. Foi exatamente o que fizemos!

É um dos jardins mais emblemáticos do movimento moderno em Portugal, com um desenho baseado numa geometria sútil, que nos oferece espaços e ambiências em vez de eixos, caminhos e canteiros rompendo com as práticas da época, uma referência para a arquitetura paisagista portuguesa. 
Você pode caminhar, tomar um café ou um gelado e ficar relaxando na beira do lago!



Jardim do Torel
E no outro sentido, próximo à Restauradores está o Jardim do Torel.

Ele fica situado no alto de uma das sete colinas de Lisboa, e tem duas entradas, uma pela Rua de Júlio de Andrade junto ao elevador ou ascensor do Lavra e outra na Rua do Telhal.
Originário de uma quinta do início do século XVIII, foi batizado com o nome do seu antigo proprietário, Cunha Thorel, quando em 1928 o terreno foi cedido à Câmara Municipal de Lisboa e foi construído o jardim e miradouro.


Aqui você pode repousar nos banquinhos observando toda a vista de Lisboa.
Também tem espaço para as crianças e um pequeno restaurante/café.



Curiosidade
Em agosto um lago artificial transforma-se em piscina! A ideia é recriar uma praia urbana com areia e tudo. Ainda oferece algumas atividades físicas, DJ, etc, com entrada gratuita.
Não fui lá nessa época, mas confesso que fiquei bem curiosa!  Na imagem acima você pode vê-la no canto inferior direito. Achei uma imagem dela transformada em piscina pra vocês terem uma ideia, muito engraçado!
Gostaram das dicas dos parques? Me contem aqui, qual outro parque que curtem em Portugal ou em sua cidade!

Bjinhos

“O Senhor é tardio em irar-se, mas grande em poder e jamais inocenta o culpado; o Senhor tem o seu caminho na tormenta e na tempestade, e as nuvens são o pó dos seus pés.
O Senhor é bom, é fortaleza no dia da angústia e conhece os que nele se refugiam.” Naum 1:3,7

Nenhum comentário:

Postar um comentário