07 outubro 2018

Série: Como cuidar das roupas – Passar (parte 3)

Hoje vamos para etapa de passadoria! Sei que muita gente não gosta dessa parte, mas se você usou os produtos de forma correta na etapa de lavagem e pendurou as peças corretamente no varal, muitas delas não precisarão ser passadas, ou seja, menos tempo gasto e mais economia de energia!
Mas para aquelas que precisam ser passadas, devemos tomar alguns cuidados para não estragar nenhuma peça, confira as dicas:

Assim que retirar as peças do varal já separe o que precisa e o que não precisa passar.

Toalhas, meias, roupas íntimas, pijamas, roupas de ginásticas e certos tipos de tecido não necessitam ser passados, já dobre e guarde para não acumular bagunça.

Para as que precisam passar, deixe o mais abertas possíveis em um cesto ou gaveta separadas até juntar uma quantidade. Evite ligar o ferro para passar apenas uma ou duas peças, mas também não deixe chegar a uma pilha muito grande que você não dê conta de terminar.

- Se suas roupas saírem da máquina cheia de pelinhos, principalmente se você tiver pets em casa, passe um rolinho ou fita adesiva antes de passar!

- Evite passar roupas que não foram lavadas, pois se tiver alguma mancha ou resíduo podem fixar na roupa e não sair mais.

- Regule a altura da tábua para você não ficar com dor nas costas.

- Separe as roupas antes de começar a passar. Comece pelas que precisam de uma temperatura mais baixa e sem vapor e depois vai aumentando gradativamente. Isso evita que estrague alguma peça e ajuda a economizar energia, sem ficar dando picos. Com o tempo você ganha prática e já sabe quais roupas que você possuí e como cada uma deve ser passada.

- Se tem dúvidas sobre o tipo de tecido e que temperatura que ele deve ser passado, pode fazer um teste num cantinho da roupa, mas de preferência verifique a etiqueta. Dentro do símbolo aparece 1, 2 ou 3 bolinhas, o mesmo que tem no ferro.


- Passar a vapor é mais fácil, o ferro desliza melhor, mas algumas peças devem ser passadas a seco, então procure saber antes. E deixe o ferro chegar a temperatura certa, assim que a luz apagar pode começar.

- Roupas de cores escuras desbotam mais conforme passamos. Você pode passar do avesso para evitar esse problema.

- Estampas emborrachadas devem ser passadas pelo avesso também, ou com um tecido de algodão por cima, um lenço ou fronha velha, por exemplo.

- Conforme for passando, já vá dobrando as roupas (você pode usar um gabarito para deixar todas as dobras iguais, usando uma revista) e as que vão em cabides já deixe penduradas para guardar. 

- Evite passar o ferro em cima da costura dos bolsos e do cós das calças, shorts e saias, pois pode queimar e deixar aquele aspecto brilhante no tecido.

- Desligue o ferro, retire da tomada e deixe ele esfriar antes de guardar. Retire a água que sobrou, pois se ela ficar parada lá pode estragar o ferro e também suas roupas na próxima vez que for passar.

Não sou expert em técnicas para passar, fui aprendendo com a prática e todas essas dicas facilitam muito essa tarefa. Espero que estejam gostando dessa série e que esteja sendo de grande valia pra vocês!

Semana que vem tem o último vídeo falando sobre o que dobrar e o que pendurar, não perca!

“Mesmo não florescendo a figueira, não havendo uvas nas videiras; mesmo falhando a safra de azeitonas, não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral nem bois nos estábulos, ainda assim eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação. O Senhor Soberano é a minha força; ele faz os meus pés como os do cervo; ele me habilita a andar em lugares altos.” Habacuque 3:17-19

Nenhum comentário:

Postar um comentário